quarta-feira, 10 de maio de 2017

Wargames na EsPCEx.

Wargames na EsPCEX, Escola Preparatória de Cadetes do Exército, parece o lugar mais que adequado, afinal jogos de guerra são simplesmente focados em unidades militares, desde suas grandes formações em nível estratégico, até pequenas seções de combate como nos jogos táticos.

A princípio podemos pensar que os  Wargames, são mais conhecidos nos círculos civis do que militares, afinal são jogos, é lúdico. Mas isso é um engano, os jogos de guerra desde há muito são usados para prever situações, criar cenários hipotéticos, levados em conta em caso de conflitos, isso já no século XIX, o que faz todo sentido, afinal se a maquina de guerra for usada, não tem como voltar atrás. Difere que nos jogos civis, os mecanismos de cada sistema, procura expor este ao aquele aspecto relevante sobre os combates. Nos círculos militares, as estatísticas são mais importantes, de modo a compor diferentes quadros possíveis para um determinado conflito.

Foi nessa que o pessoal do Clube Somniun e  o Clube dos Generais, aliados a  pessoas do meio, como o Gerson Monteiro, militar da reserva e entusiasta dos jogos de guerra, acabaram por participar do evento na EsPCEx. O foco eram as comemorações do final da 2º Guerra Mundial e a participação Brasileira no conflito, como é bem conhecido ou pelo menos deveria.

No evento, houveram encenações de combate, com figurinos da época, exposição de relíquias militares, e também jogos de guerra, nosso foco. Tenho conversado com frequência com o Gerson Monteiro, afinal ambos gostamos dos jogos em questão, trocamos ideias sobre como fazer esse nicho aparecer, divulgar os jogos e não tem milagre.

O negócio é mesmo participar, criar eventos, quebrar a velha mistica sobre este tipo de jogo, difíceis e de longa duração, o que nem sempre é verdade., mas também volto a reiterar a importância dos já aficionados pelos jogos de guerra, DESCE DO PEDESTAL, postura de muitos se achando DEUSES DA GUERRA, receba bem o novato no meio, incentive a participação, ai sim aos poucos a coisa toma corpo.

São do Gerson, as imagens que estou utilizando nesta postagem, dai meus agradecimentos, e nada melhor do que elas para contar o que aconteceu.

Relíquias militares.

Réplicas de armamentos.

Note a insignia na manga.

Encenação.

Jogos de Guerra.

Pessoal do Somnium como monitor .

Pessoal dos Wargames.



Aqui o Gerson, junto a um entusiasta 
que participou da encenação.





Bom pessoal é isso ai, pelo que se vê estava muito bacana, exposição, encenação, jogos, cabe um agradecimento ao exército, ao abrir as portas para a interatividade com a população civil e nada mais correto que isso.


Abraço!


sábado, 6 de maio de 2017

Pelo visto, o final de semana é dos Wargames.

É isso ai, ontem postei uma chamada para o evento de hoje, organizado pelo Clube Paulista de Wargames - CPW, onde os participantes podem mergulhar na Terra Média e batalhar contra os orcs, é  jogo de guerra.

Também hoje, em evento paralelo, o Clube dos Generais e o Clube Somnium, tradicionais grupos de jogos de guerra,  participam de atividades na Escola Preparatória de Cadetes do Exército -EsPCEx.,com o sugestivo título,  Tributo a FEB, Força Expedicionária Brasileira, durante a Segunda Guerra Mundial. O evento conta com diversas atividades, palestras, exposições, aberto ao público, veja logo abaixo maiores informações.






Neste evento, são expostos os clássicos Hex And Counters, batalhas e campanhas históricas, jogos do acervo dos integrantes destes grupos de jogos.

Transcrevo a chamada para o evento, com detalhes.

"O Brasil na 2a Guerra Mundial - Tributo da EsPCEx aos nossos heróis

6 de Maio de 2017

A AExCamp (Associação dos Expedicionários Campineiros), o GPRH(Grupo de Pesquisa e Reencenação Histórica) “Dogs Of War” e a CVMAISP (Companhia de Viaturas Militares Antigas do Interior de São Paulo) se aliaram a EsPCEx (Escola Preparatória de Cadetes dos Exército) para a realização de mais um grande evento.

Seguem alguns atrativos:
- Exposição de viaturas militares antigas e novas
- Reencenação de fatos históricos(Dogs of War)
- Banda do exército
- Palestras
- Exposição de itens militares antigos e novos...

Mais informações:
reencenador@gmail.com

Conto com a presença de todos

IMPORTANTE:
- Será proibida a entrada com bermudas, chinelos ou camiseta regatas. Tanto para participantes como para visitantes."




Fica a dica.

Abraço!

sexta-feira, 5 de maio de 2017

Wargames, amanhã tem torneio.

Essa é para divulgar a iniciativa, afinal o relativamente carente nicho dos wargames, tem que mostrar a cara para chamar mais pessoas para o hobby. O povo do Clube Paulista de Wargames, realiza um torneio bem interessante, aberto ao publico em geral.

Transcrevo aqui a chamada dos caras.

“Qualquer um de vocês é bem-vindo a qualquer hora” – Bilbo Bolseiro
Saudações, mestres hobbits, e bem-vindo ao muito aguardado 1º Grande Torneio Aberto de HSBG. Com uma proposta de trazer uma competição amigável e ambientada na incrível Terra Média, este torneio será a oportunidade para mostrar suas habilidades táticas, estratégicas e artísticas. O título de Campeão da Terra Média está em jogo; você tem o que é necessário para comandar as legiões?

Informações Gerais
Data: 06/05/2017
Inscrição: R$ 10,00
Número de participantes: 8
Número de partidas: 3
Tempo de máximo de cada partida: 2 horas
Pontuação do exército: 355 pontos
Limite de miniaturas: mínimo 4, máximo 40
Local: CPW – Clube Paulista de Wargames"









Fica a dica, não perca a oportunidade e muito boa diversão.


Abraço!


segunda-feira, 24 de abril de 2017

Lady Lúdica, conhece?

Acabei de ler isso, achei muito bacana e remeteu direto a algumas discussões que ocorria no Ilha do Tabuleiro, "cadê as meninas nos jogos de tabuleiros". Havia N argumentos e X motivos, mas a participação era pequena.

Então Lady Lúdica, é uma iniciativa das meninas para as meninas, o primeiro evento onde as meninas tomaram conta de tudo. Local R.Correia Dutra, 99- Rio de Janeiro- RJ, sábado dia 06 de Maio, a partir das 10 hrs até 22 hrs.
Maiores informações no link acima.

Muito bacana, sucesso com essa iniciativa, e que venham mais eventos do povo dos board games. Noto também que essa iniciativa, só vem mostrar o quanto o cenário brasileiro, no que tange os jogos de tabuleiros vem crescendo.


Sucesso.

Abraço!

Nota: fonte da imagem, Lady Lúdica no Facebook.

sábado, 22 de abril de 2017

STB, teste com a regra da iniciativa.

STB, Sistema Tático de Batalha, faz muito que trabalho nesse sistema, mas só recentemente adotei a regra da iniciativa.  Primeiro vamos esclarecer um ponto, o que é a iniciativa num jogo de guerra?

Para quem jogo Tide of Iron, o  assunto é bem conhecido, basicamente, a iniciativa dita quem joga por primeiro. O jogador deve lançar um dado e obter o valor requerido, digamos por exemplo quatro. Este valor pode ser diferente para os jogadores, quando a assimetria, simula por exemplo o melhor comando de um exército em relação ao outro.

Uma vez obtido sucesso na iniciativa, o jogador poderá atacar ou mover com um dos seus grupos de combate.
Desta forma o nível tático é ressaltado, visto ser decisão do jogador, onde atuar por primeiro em meio ao cenário do combate que esta inserido. Para reforçar ainda mais as  condições táticas, a regra "atacar primeiro para depois mover", faz o jogador pensar sobre onde e quando agir e expor ou não unidades na batalha.


Vale lembrar, que se o jogador inicial ao buscar a iniciativa, (ditada na ordem de batalha do cenário), não obter a sucesso, passa a vez para o jogador oponente. Esta situação pode resultar em ações decisivas nos confrontos travados, visto que o jogador, poderá resolver uma situação de combate antes que o jogador oponente possa fazer a mesma coisa, ou seja!....quem "for mais rápido no gatilho", mas melhor, simula a indecisão do comando para executar uma ação.


Os testes realizados com o mecanismo da iniciativa agradaram muito, ainda mais que ajudou a resolver um problema. A ideia é este sistema (STB), ser usado em jogos de qualquer época, dai a decisão de sua utilização, ao testar em jogos onde o tema são as batalhas com tropas em linha, caso do Tuiuti, napoleônicos entre outros. Certas táticas não ficaram bem refletidas, simuladas, a exemplo cargas de cavalaria, com a iniciativa, isto foi resolvido.




Simulação de ataque da cavalaria ao flanco, exposto por conta 
de espaços abertos na linha, em função da iniciativa.

É possível por exemplo, pensar e executar cargas devastadores pela retaguarda ou flanco, com sensível efeito na simulação deste tipo der ação, uma vez que pode facilmente ocorrer a exposição das unidades do oponente.

Bom é isso ai, estão rolando diversos testes, alguns até drásticos, mas na certa o grande ganho para o sistema foi a iniciativa. Hora dessas passo em algum dos eventos com jogos de guerra, e vamos ver como fica.


Abraço!